Peru - De Puno à Lima

 


Dia 08


Seguindo o baile...
Após a Alfândega, chegamos em Puno.

Puno foi a cidade mais sem graça de toda a viagem...


A cidade fica na face do lago Titicaca (o maior lago navegável comercialmente do mundo, localizado a 3860 metros acima do nível do mar) e possui aproximadamente 100.000 habitantes, todos de estatura mediana, trutas suculentas e monstros do lago. Sua economia é baseada na criação de llamas e alpacas, além do turismo e de gorjeta para tirar a foto acima!
Antes de qualquer coisa, saímos à procura de um hotel; Achamos um com preço adequado e por lá nos instalamos.

Após um bom banho, caminhamos nas vielas da cidade até a Plaza de Armas, onde compramos algumas "lembranças" da região e depois voltamos para o Hotel.



Dia 09
A grande atração da região é conhecida como a "Isla flotante de Urus" (Preço do passeio: 15 soles).



No barco com direção à ilha, navegamos por alguns minutos até avistarmos as primeiras ilhas flutuantes; Basicamente, a ilha é constituída por um conjunto de casas que foram esteticamente aglutinadas, formando um pequeno povoado.

Estas ilhas têm como matéria prima a Totora: uma espécie de Junco do Peru, com capacidade de flutuar.

Desembarcamos em uma destas ilhas, onde existe uma demonstração da vida dos habitantes e do artesanato local; É possível desfrutar de um passeio em um barco construído de totora.


Passamos o dia por lá... Na cozinha gourmet, serviram totora ao molho madeira, sopa de totora com totora ralada, entre outras iguarias.
Por fim, fechamos a visita com a orquestra filarmônica “Totora de Uros”


Voltamos ao entardecer para Puno; Arrumamos as malas e saímos em direção a Cusco (20 dinheiros - Soles).

Dia 10

Chegamos a Cusco bem cedo... Dia lindo na cidade satélite Inca.

Preferimos ficar em um hotel por um valor decente (40 soles).

Depois de “desovar” as malas, andamos pela cidade toda... Fomos até a Plaza de Armas e descobrimos em uma das vielas a famosa Pedra de 12 ângulos



Mercado de Pisac
Foi onde comprei a maiorias das lembrancinhas; Têm várias opções... Barganhe e use a ginga brasileira que os preços certamente vão diminuir!

Logo depois, fechamos o passeio para conhecer os lugares históricos de Cusco durante os 3 dias com uma empresa com sede no Brasil ( www.machupicchubrasil.com.br).

Compramos um pacote por U$ 300, incluindo o citytour por Cusco para o dia seguinte, os tickets do trem entre Vale Sagrado e Águas Calientes (ida e volta), além de hotel em Águas Calientes e entrada no santuário de Machu Picchu; Refazendo as contas, achei um preço justo.

Saindo da agência de viagem, fomos até a LAN, que fica bem próxima a Plaza de armas, e compramos a passagem de avião de Cusco à Lima, marcado para 4 dias depois; A escolha de avião foi feita após a investigação do trecho entre Cusco e Lima, que de ônibus é realizado em 22horas.


Depois das inúmeras compras, resolvemos desfrutar da vida noturna, bem quista pelos viajantes... Por quê? Claro, quase de graça!!!

A ideia dos arredores da Praza de armas é a seguinte: Conquiste o viajante através da gratidão, distribuindo o tal “free-drink”... Eu acredito ter garantido algo em torno de 10 destes brindes, um de cada bar. Hahaha

Historicamente, pessoas generosas sempre me fizeram o bem... Neste dia não!!!  Cavalo dado não se olha os dentes e sim, a cabeça... O Pisco sour em excesso remete aos tempos de tormenta frenética no pós-ingestão!  

Recomendo:

Bar Mama Africa

Musica eletrônica, raggae... O Pisco sour é muito bem feito.

Bar Mythology

É comum receber um drink de cortesia para ser atraído e entrar no bar.

Voltamos para o Hotel e fomos descansar.

Dia 11

Passeio por Cusco.
Recomendo:
A Plaza de Armas
Ponto de referência da cidade, esta praça em especial despertou alguns sentimentos interessantes; O astral das pessoas que frequentam o ambiente e por tudo que Cusco representa para a cultura local, fez o lugar possuir um centro energético misterioso. Sério, não estou de brincadeira!
Se tiver a oportunidade, experimente ficar, por alguns minutos, sentado no centro da praça, observando e sentindo a atmosfera do lugar; Certamente dará um “upgrade” na jornada.

Qoricancha - O Templo do Sol
Não sou um exímio frequentador de museu, mas minha passagem rápida, pude compreender um pouco mais da cultura Inca; Consta que este templo está para os Incas assim como o Vaticano está para os católicos.

O Parque de Saqsaywaman

Conhecido como a fortaleza militar Inca, está localizado a 3650m de altitude.



Salinas de Mara


Verdadeiramente uma montanha de Sal... Datada com mais de 2000 anos de existência, é fonte de renda de várias famílias locais; O visual é alucinante!




Maras Moray

Considerado um dos mais importantes sítios arqueológico do Peru, onde os incas cultivavam, através das terraças, especialmente batatas; Na historia local, afirma-se que cada degrau difere de 5ºC um do outro... cada um com a sua pira!


Dia 12

Acordamos bem cedo e encontramos com nosso guia na Plaza de armas; De lá, partimos rumo a Ollantaytambo e Vale Sagrado, onde estava agendado o local para pegar o trem até Águas Calientes (o chamado Tour do Vale Sagrado).

Como informação relevante, existem algumas formas de ir até a cidade base de Machu Picchu, Águas Calientes:
Trilha Salkantay
Aproximadamente 5 dias por uns caminhos malucos, que adentram uma montanha que dá nome a trilha.

Trilha Inca Clássica
Aproximadamente 4 dias e faz a rota tradicional de Cusco até Machu Picchu.

Trilha dos “amigos do Ventânia”
Conheci um Japonês que pegou um ônibus em Cusco, foi até uma cidade chamada Santa Maria e de lá caminhou no meio da floresta até Águas Calientes (não sei ao certo o tempo estimado, mas creio que algo em torno de 2/3 horas). Em Machu Picchu tirei uma foto com o "Jasponêis Maluco"

Trilha de quem não tem tempo, ou seja, a nossa
Ir de trem até Águas Calientes a tarde, dormir por lá e madrugar até a entrada de Machu Picchu no dia seguinte. 


Sobre os lugares da nossa escolha:

Ollantaytambo

Ruas e vielas de pedra que te submetem a lembranças do tempo de outrora; Parece que está participando de algum seriado antigo.

Vale Sagrado


Lugar gigantesco, que prepara o turista através de seus vales para a viagem até Machu Picchu.

O trem partiu a tarde, sem nenhum contratempo, com direção à Águas Calientes.



Dia 13

Neste dia, existe um post exclusivo sobre Machu Picchu e sua beleza. Será o próximo Post do Blog !!!



Dia 14

Já em Cusco, andamos um pouco perto da Plaza de Armas e seguimos para o aeroporto com destino a Lima.

Nossa chegada foi as 16h00hrs.

Como não havíamos planejado nada para Lima, fomos direto ao bairro Miraflores procurar um hostel; Com uma sorte tremenda, encontramos um dos melhores hostels que já fiquei em todas as minhas andarilhadas: Pariwana Backpacker Hostel, na frente do MC´donalds de Miraflores.





Devidamente instalados, fomos visitar alguns pontos turísticos da região.

Andamos também pela praia de pedra da região.


À noite, jantamos em um dos restaurantes da região e fomos dormir.

Dia 15

Andamos pela extensão de Miraflores, visitando o Shopping Larcomar. Recomendo uma visita (www.larcomar.com).

Fizemos algumas compras pelas inúmeras lojas que existem por lá e a noite fomos a um bar por lá mesmo.




Dia 16
Acordamos as 06h30min e solicitamos um táxi que nos levou até o aeroporto... Voltamos pra casa.

Terminada aqui a andarilhada que mais recomendo na América do Sul, para de fato descobrir a essência do povo e da cultura latino americana.













0 comentários:

Postar um comentário

 

Reserve já e garanta seu desconto

Reserva Agora 300x250

My Map

Facebook

Month views

Instagram eng_andarilho

Quem é o Engenheiro Andarilho

Um louco apaixonado; Um maluco diferente Engenheiro Mecânico por opção e paixão, trilho meu caminho em meio a viagens, cálculos e motores pelas estradas neste mundão véio. Casado com alguém que conseguiu entender um pouco mais do meu modo de pensar, estudo coisas que me fazem refletir sobre a essência dos humanos neste grão chamado Terra. Apaixonado por fotografia, tento de diversas maneiras, através desta arte, motivar as pessoas à descobrirem que a vida que lhe foi concedida não é resumida no pedaço de Terra que ela habita. Muitas coisas estão por vir... Vamos atrás dos nossos sonhos!!! Let´s make it possible