Kyoto, Japão

Kyoto, Japan


A cidade que sempre esteve nos meus planos que não existiam. Assim como Hiroshima, uma das mais conhecidas cidades do Japão esbanja beleza e história. 

Antes de por acaso decidir passar férias no Japão, a única coisa que sabia sobre Kyoto era sobre o protocolo de Kyoto, por meu interesse em assuntos sobre poluição e redução de gases nocivos à camada de Ozônio. 

Pois bem, é claro que em meio aos planos da viagem este nome veio à tona, e difinitivamente, não me arrependo de ter escolhido passar 2 dias por lá em meio à viagem entre Tokio e Hiroshima. 

Kyoto é uma cidade elegânte, modelo japonês de enxergar as coisas. Talvez por ter sido a antiga capital da nação, ela trás ainda dezenas de templos, cada um com um significa ímpar, e leva o viajante à uma viagem através do tempo. 

Como é de se esperar, decidimos escolher entre os tantos templos e tornar a nossa viagem viável, selecionando os quatro possíveis "imperdíveis" templos para visitas. 

Antes de descrever os templos, vale a ressalva. Sobre hotéis, decidimos ficar perto da estação de trem, o que facilitou bastante nossa passagem por lá, principalmente pelo fato de estar em uma região central, próximo das principais linhas de ônibus que seguem aos principais destinos da cidade. 

Templo de Ouro -  Kinkaku-ji

Um dos nossos preferidos, o templo esbanja beleza. Cercado pelo lago espelhado -  Kyōko-chi, o antigo templo zen budista é coberto de folhas de ouro, 

Trata-se de um templo zen budista, rodeado pelo Kyōko-chi (lago espelhado) e por um belo jardim. Oficialmente, o templo chama-se Rokuon-ji (鹿苑寺) e sua estrutura é simplesmente fascinante pelo fato de ser praticamente todo coberto de folhas de ouro puro. Por conta disso, e de sua história ( construído em 1397 com finalidade de servir do moradia para o  Shogun Ashikaga) foi tombado com o patrimônio da humanidade em 1994. 



Templo de Prata - Ginkakuji 

Como a maioria dos turistas, nos sentimos enganados! kkkk Resolvemos aceitar os comentários do Tripadvisor como forma de pesquisa. Diria que 75% deu bom, mas os 25% decepcionaram... o Templo de Prata.

O nome engana, mas depois descobri que o plano era cobrir o templo de prata, mas nunca aconteceu! 

Bom, não gostei e nao recomendo!


Templo Kiyomizu

Era disso que eu estava falando e esperando sobre Kyoto. Este templo é fantástico. Construído sem nenhum prego. 

O portão vermelho na entrada do santuário já revela a verdadeira obra prima do templo e seus arredores. 
Visitado por peregrinos há centenas de anos, é possível ver a cidade de um ângulo diferente.


Fushimi Inari 
























Famoso por sua trilha de toriis (portões) em direção ao sagrado Monte Inari. Um lugar peculiar, cuja ideia é andar.. andar até quase cair de tanto andar. e descer...  Foi legal!

Bom, acho que por Kyoto (Quioto) e seus templos, o que eu tinha para escrever era isso.

Vamos ver se tenho um pouco mais de tempo e continuo escrevendo sobre este belo lugar que me deixou surpreso todos os dias que acordei por lá!

Abraço



0 comentários:

Postar um comentário

 

Reserve já e garanta seu desconto

Reserva Agora 300x250

My Map

Facebook

Visualizações de página

Instagram eng_andarilho

Quem é o Engenheiro Andarilho

Um louco apaixonado; Um maluco diferente Engenheiro Mecânico por opção e paixão, trilho meu caminho em meio a viagens, cálculos e motores pelas estradas neste mundão véio. Casado com alguém que conseguiu entender um pouco mais do meu modo de pensar, estudo coisas que me fazem refletir sobre a essência dos humanos neste grão chamado Terra. Apaixonado por fotografia, tento de diversas maneiras, através desta arte, motivar as pessoas à descobrirem que a vida que lhe foi concedida não é resumida no pedaço de Terra que ela habita. Muitas coisas estão por vir... Vamos atrás dos nossos sonhos!!! Let´s make it possible